domingo, 14 de setembro de 2014

Você

Arte formatação da poeta Marsoalex - RJ
Você
 
Meu anseio no ensejo
Do desejo represado.
Mergulhado na foz
Do luar dos teus olhos.
O sabor de maçã oculto
No mar revoluto da emoção,
Onde te penso e te sinto,
Qual especiaria afrodisíaca.
 
O fetiche que trafega na memória,
E insulta a minha insônia,
Abrasando meus sentidos,
Quando a madrugada vem,
E me traz a tua voz.
 
É difícil encontrar
Explicação para o que sinto.
 
És o vinho que explode
Escorrendo pelo imo,
Embriagando cada artéria.
Sem te achar junto de mim,
Na ausência de teu corpo,
O meu corpo se implode
No desejo de ter.
 
Edith Lobato – 28/07/14

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Malu, hoje tirei um tempinho para visitar os blog que acompanho e fui te visitar querida. Bjs

      Excluir
  2. Quanto perfume em forma de versos existe em teus blogs!!
    Adorei a visita e amei conhecer seu espaço.
    Forte abraço!
    Fabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada O SOL do amanhã. É recíproco o gosto. Linda semana.

      Excluir
  3. Como é bom te ler ;)
    Sim, é dificil, por vezes, conseguir expressar o que sentimos. Principalmente se o sentimento for bonito e inquietante ;)

    Beijoo'o
    http://flores-na-cabeca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Simone, por tua visita. Bjs e linda semana.

      Excluir
  4. O desassossego tão próprio de quem ama e sente a ausência, e é dor que se põe no peito...quanto sentimento hem Poeta...gostei, é bom visitar-te o farei sempre que o tempo me deixar.Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natalia, adorei teu comentário e visita tão carinhosa ao meu blog. Obrigada e linda semana.

      Excluir

Agradeço sua visita, leitura e comentário. É um prazer tê-lo em Sons do Coração. (Edith Lobato)